Já estamos em 2015 e muitos empreendedores ainda estão pensando por onde começar. Mas quais serão as tendências e os mercados mais promissores para as startups?

Algumas previsões econômicas apontam que o país deverá passar por uma época de baixo crescimento e de alta inflação e juros altos. E aí? Esse cenário pode parecer extremamente negativo num primeiro momento, existem ainda muitas oportunidades para os empreendedores e, acredite, muitos mercados carentes de soluções tecnológicas.

 

7 tendências promissoras para sua startup

 

oportunidade-startups-2015

Quais são as tendências e oportunidades para a sua startup em 2015?

 

Confira as 7 tendências de área de atuação, nas quais a sua startup (mesmo que não atue diretamente) deve estar de olho:

 

  1. Educação: uma das áreas mais deficientes no nosso país. Startups que investirem em educação à distância, em soluções adaptativas como a gamificação ou que estimulem a criatividade sairão à frente. Recursos que também auxiliem os professores na gestão ou aplicação das aulas também não podem ficar de fora. Veja três startups de empreendedores locais que estão seguindo essa tendência, para você ficar de olho: Rabisquedo, Kriativar e Eduqa.me.
  2. Saúde: aplicativos para agendamento de consultas, prontuários digitais e outras soluções que otimizem o tempo dos médicos e dos pacientes (fast health) parecem ser uma excelente aposta, além de uma tendência mundialmente explorada.
  3. Mercado imobiliário: com o aumento das vendas no mercado imobiliário a inadimplência também passa a ser um dos maiores problemas. Startups de gestão de contratos ou de condomínios são a bola da vez neste segmento B to B.
  4. Mobilidade urbana: as ineficiências são tantas que alguns especialistas afirmam que apenas com o uso de tecnologia elas poderão ser sanadas, tanto para corrigir as falhas atuais, quanto para não permitir que se tornem ainda maiores. E se você concorda com essa afirmação, comece identificando todas as necessidades desse mercado que vão desde encontrar locais para estacionar, à itinerários em tempo real de transportes públicos.
  5. Soluções hiperlocais: conectar pessoas que já estão próximas ou que tenham o mesmo interesse pode ser uma grande oportunidade de negócio para as startups e uma forte tendência par 2015. O maior segredo nesse caso é atuar em nichos de mercados que sejam suficientemente atrativos e rentáveis.
  6. Emprego: algumas startups têm obtido muito sucesso nessa área. Os destaques são para as empresas que atuam com recolocação no mercado, entrevistas à distância e até mesmo com testes gamificados.
  7. Big data, internet das coisas e impressão 3D: muito comum em outros países, no Brasil, poucas startups ainda se apropriaram dos benefícios do uso dessas tecnologias que podem e devem ser aplicadas em qualquer uma das áreas citadas acima, assim como em tantas outras, seguindo assim uma das maiores tendências mundiais.

 

As oportunidades nesse ano serão muitas, mesmo com período de baixo crescimento do país, como estimam muitos economistas. E você? Está de olho em qual tendência?


E você, o que pensa sobre o assunto? Gostou do artigo? Compartilhe conosco sua opinião. Não gostou? Acha que podemos melhorar? Então nos ajude a aprimorar nosso trabalho.

Siga o Startup Sorocaba no Facebook e cadastre-se para receber nossa newsletter e para ser informado sobre todas as novidades.

Compartilhe:

Bacharel em Administração com ênfase em Marketing, especialista em Marketing (MBA em Vendas & Trade Marketing) com larga experiência, atuando no desenvolvimento de marcas, produtos e serviços, gerenciamento de projetos offline e projetos digitais. Presta consultoria na área de marketing, marketing digital e inovação, lecionando como professora convidada em cursos de graduação e MBA. Atuou como BizDev e Curadora de Projetos na Associação Brasileira de Startups (ABStartups) participando diretamente das edições do programa de acesso ao mercado Pitch Corporate (nas verticais Exportação, Educação, in-company), Pitch Gov SP, primeiro programa da América Latina em parceria com o Governo do Estado de São Paulo e da Conferência Anual de Startups e Empreendedorismo (CASE), maior evento da América Latina neste segmento. Atualmente é Sub - Coordenadora do Comitê de Comunidades também na Associação Brasileira de Startups (ABStartups). Sócia da 4 Legacy Ventures, fundadora do Startup Sorocaba e empreendedora digital, já criou inúmeros projetos digitais e contribuiu para o desenvolvimento de outros, tendo sido também parte da equipe de algumas startups. É uma das organizadoras do Google Business Group Sorocaba, atuando diretamente como manager do Google Business Group Women, além de embaixadora de alguns projetos nacionais e internacionais na área de empreendedorismo e tecnologia (como o Technovation Challenge). Já desenvolveu atividades na Campus Party 2015, ministrou palestras e cursos sobre empreendedorismo, empreendedorismo digital e startups. Foi curadora da arena “Tech4Teens” na Virada Empreendedora 2016, mentora convidada do Comitê Acelera da FIESP, Inovativa e de programas voltados para startups onde também já integrou bancas de jurados, avaliando projetos inovadores. É Community Manager da Techstars (uma das maiores aceleradoras do mundo) e Membro do Comitê da Rede Global de Empreendedorismo, atuando como uma das líderes locais em Sorocaba. Autora de dois livros pela Câmara Brasileira do Jovem Escritor, poetisa e aventureira nas horas vagas.