Prêmio visa reconhecer contribuições para o desenvolvimento e a consolidação do Município de Sorocaba como um dos polos de Inovação no Brasil

 

As inscrições para o I Prêmio Sorocaba de Inovação, idealizado pelo Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS), estão abertas desde 28 de agosto e foram prorrogadas para até o dia 9 de outubro. O prêmio visa identificar e reconhecer esforços, bem como produtos, processos, modelos de negócios, iniciativas e serviços inovadores que contribuam para o desenvolvimento e a consolidação da cidade como um dos polos de Inovação no Brasil, atraindo parcerias e investimentos para a região.

Devido à grande procura por inscrições, que a princípio se encerravam nesta sexta-feira, dia 29, o PTS decidiu adiar as inscrições para que mais interessados tenham a oportunidade de participar. “É importante frisar que o prêmio é destinado a cidadãos e empresas de toda a Região Metropolitana de Sorocaba. Nosso novo planejamento tem como meta incentivar e apoiar os empreendedores de todos os setores que investem e apostam na inovação como uma estratégia de competitividade”, ressaltou Roberto Freitas, Presidente do PTS.

As inscrições devem ser feitas exclusivamente pelo site www.premiosorocaba.com.br e abrangem seis categorias diferentes: startups (por produtos e processos); Microempreendedores Individuais (por novos modelos de negócios e produtos); Indústria (por inovação tecnológica, produtos e processos); Comércio e Serviços (por novos modelos de negócios); Universidades (por iniciativas de fomento ao empreendedorismo com alunos); e Inovação Social (por projetos e iniciativas de grande impacto para a sociedade);

“O Parque Tecnológico é uma das ferramentas para o desenvolvimento econômico e tecnológico de Sorocaba. Por isso, ele promoverá esse prêmio, para reconhecer as melhores iniciativas da região no tocante a esses assuntos, dando a elas projeção e visibilidade”, diz Rodrigo Mendes, Diretor Executivo do PTS.

No dia 7 de novembro serão feitas as avaliações dos finalistas e no dia 16 de novembro, durante cerimônia de encerramento do 4º Empreende Sorocaba, será feita a entrega do Prêmio.

Um dos destaques da solenidade de entrega do prêmio será a palestra de Jorge Luis Nicolas Audy, Presidente da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores – Anprotec. A programação completa estará disponível em breve no site www.premiosorocaba.com.br.

O prêmio tem apoio da 4Legacy, CIESP Sorocaba, Banco do Povo Paulista, Espaço Empreendedor, SEBRAE SP, Vilage Marcas e Startup Sorocaba.

O Parque Tecnológico de Sorocaba fica na Av. Itavuvu, 11777 – Distrito Industrial Zona Norte, Sorocaba. Telefone para contato: (15) 3316-2323. Website: www.empts.com.br


E você, o que pensa sobre o assunto? Gostou do artigo? Compartilhe conosco sua opinião. Não gostou? Acha que podemos melhorar? Então nos ajude a aprimorar nosso trabalho.

Siga o Startup Sorocaba no Facebook e cadastre-se para receber nossa newsletter e para ser informado sobre todas as novidades.

Compartilhe:

Inscrições seguem até o dia 20/06 para empresas que tenham clientes ativos e estejam em fase de captação de investidores.

 

O Parque Tecnológico de Sorocaba selecionará até 10 startups para o #MadeInSorocaba Investors Day. O evento tem como objetivo aproximar startups e investidores e fundos de investimentos interessados em aportar capital em empresas com produtos ou serviços inovadores. A exigência é que as candidatas tenham clientes ativos e estejam em fase de captação de investimentos para se consolidar no mercado.

Para participar do evento, as empresas interessadas precisam se inscrever até o próximo dia 20/06 neste link. A partir de então, os inscritos passarão por um processo de seleção no qual as 10 startups mais promissoras serão escolhidas para a abertura de diálogo com os investidores. O #MadeInSorocaba Investors Day, com presença dos investidores e das startups selecionadas, ocorrerá dia 30/06.

Rodrigo Mendes, Diretor Executivo do PTS, explica que esse evento é inédito e deve atrair empresas com grande capacidade de inovação. “Essa é uma grande oportunidade para as startups do ecossistema de Sorocaba se apresentarem a investidores e captarem recursos, se consolidando no mercado. Uma das maiores dificuldades das empresas é justamente a fase de captação de investimentos, e o Parque fará essa ponte para aquelas que forem mais promissoras e consistentes”, salienta.

 

Startup Sorocaba: evento reunirá investidores em Sorocaba

 

 


E você, o que pensa sobre o assunto? Gostou do artigo? Compartilhe conosco sua opinião. Não gostou? Acha que podemos melhorar? Então nos ajude a aprimorar nosso trabalho.

Siga o Startup Sorocaba no Facebook e cadastre-se para receber nossa newsletter e para ser informado sobre todas as novidades.

Compartilhe:

Emprender a internet e mesmo ter uma startup de base tecnológica ainda é um assunto relacionado a muitos mitos, e a “hyperização” do empreendedorismo.

Há quem diga que não vale a pena, enquanto do outro lado existem os que souberam se beneficiar das vantagens do uso da tecnologia. Mas, o que é mito e o que é verdade quando falamos de ter a internet como fonte de rendimento?

 

 

O maior mito sobre empreender na internet

 

Um erro comum ao investir na internet é acreditar que os resultados serão imediatos, instantâneos, feito mágica. Tanto no ambiente off quanto no online todos os novos negócios têm um tempo para maturar, ou seja, por melhor que seja a sua ideia, produto ou serviço dificilmente você acordará rico no dia seguinte – e esse é, sem dúvida alguma, um dos principais mitos que devem ser derrubados quando falamos em trabalhar com a internet.

Portanto, se você pretende despedir o seu chefe e ter a internet como sua principal fonte de renda, até pode fazer isso, mas não agora, (principalmente se você estiver iniciando)… Ah, e por favor, não se iluda e desconfie do que é muito fácil! É preciso construir um negócio digital que seja sustentável ao longo do tempo – e que, portanto, resista a tudo o que pareça fácil e absurdamente rentável, vencendo assim todos os mitos possíveis e imagináveis que o cercarão.

Lembre-se: muitas vezes é preciso saber “perder” no curto prazo para vencer no longo prazo. Se você analisar as grandes empresas de sucesso tanto no ambiente online quanto no offline, logo perceberá que é justamente isso o que elas fizeram. Acredite: o caminho mais curto nem sempre é o mais vantajoso!

Assim, veja a seguir os principais mitos e as verdades que envolvem todo negócio digital.

 

10 mitos e verdades sobre empreender na internet

 

Mitos

 

  1. É possível enriquecer facilmente, do dia pra noite, sem qualquer esforço. Mito! (E eu diria mitaço)
  2. Toda ideia dará certo e será um sucesso, fazendo com que você se torne um milionário. Mito! Antes disso você terá que ralar, ralar, ralar e ralar muito. 
  3. Não é necessário investimento algum ou é preciso investir muito. Mito! Existe aí um meio termo que pode contribuir para que você comece sem gastar muito.
  4. É só criar um blog para ganhar muito dinheiro. Mito! Se fosse assim estaria fácil…
  5. Oferecer qualquer coisa e enganar as pessoas é a melhor fonte de renda. Mito! Você pode enganar algumas pessoas por algum tempo, mas não todas as pessoas durante todo o tempo e quando elas descobrirem que estão sendo passadas para trás… é melhor não correr esse risco.
  6. Fazer SPAM venderá como água… Mito! A única coisa que SPAM gera é irritação.
  7. Fazer black hat é a melhor forma de posicionar o seu site nos primeiros resultados dos mecanismos de buscas. Mito! O Google e todos os outros mecanismos de buscas não são bobos!
  8. Trabalhar com infoprodutos é a melhor solução para ganhar dinheiro rápido. Mito! Hoje em dia vemos por aí milhares de pessoas promovendo os mesmos infoprodutos da mesma forma… tem alguma coisa errada não? Abaixo a massificação!
  9. Só é possível ter audiência através de links patrocinados e anúncios nas redes sociais. Mito! Tráfego orgânico funciona muito bem obrigada (e nós do Startup Sorocaba somos prova disso).
  10. Trabalhar em casa é mais vantajoso do que ser empregado. Mito! Não vamos generalizar… tudo tem o seu preço e você precisa saber até que ponto estaria disposto a perder.

 

Verdades

 

  1. Trabalhar com a internet é lucrativo (desde que você saiba como). Verdade! Sempre existe um Oceano Azul escondido por aí…
  2. A melhor forma de vender é ajudando as pessoas a resolver seus problemas. Verdade! Quando você está realmente disposto a ajudar não precisa vender nada: as pessoas compram.
  3. Você deve trabalhar duro e ter muita disciplina. Sucesso antes de trabalho, só no dicionário. Verdade! Sem fórmulas mágicas. O maior segredo é e sempre será um trabalho bem feito.
  4. É preciso ter foco. Sair atirando pra todo lado não levará a lugar algum. Verdade! Escolha um nicho, um canal e uma linguagem. Teste durante um tempo e veja os resultados. E se não der certo, não se preocupe: a internet ainda é o meio mais fácil para se recomeçar.
  5. É indispensável desenvolver conteúdo, produtos e serviços de qualidade. Verdade! Qualidade é o que vende. O resto é balela.
  6. Seu sucesso dependerá da construção de relacionamentos duradouros e de audiência qualificada. Verdade! Não tenha clientes, tenha vendedores da sua marca.
  7. É preciso inovar sempre, para se adequar às necessidades e às expectativas dos novos consumidores. Verdade! Afinal, as pessoas já estão cansadas do mais do mesmo.
  8. Conhecimento vende (desde que as pessoas vejam nisso algum valor). Verdade! Gere valor que o resto vem!
  9. Fazer parcerias fará seu negócio alavancar (desde que seja com as pessoas certas). Verdade! Ter parceiros estratégicos é sempre uma mão na roda, principalmente se você está começando e em um mercado altamente competitivo.
  10. Automatizar o processo fará você sair a frente a concorrência. Verdade! Faça com que o dinheiro trabalhe para você e não o contrário!

 

Se você analisar bem os vinte mitos e verdades sobre trabalhar na internet, você certamente irá concluir que empreender não é para qualquer um – e nós diremos que concordamos em parte com essa afirmação. Por quê?

Porque se você acreditar nesses mitos e se deixar levar pelos apelos baratos dos novos negócios que trazem lucro fácil ou das falsas promessas para se tornar um milionário sem ter que trabalhar um dia sequer, seremos obrigados a dizer que, neste caso, o empreendedorismo digital não é pra você – e essa certeza se confirmará quando o mercado e os próprios consumidores souberem dos “atalhos” que você escolheu.

Lembre-se: empreender nem sempre será sinônimo de sucesso como já dissemos, mas acredite, o verdadeiro sucesso é aquele construído dia a dia, aprendizado pós aprendizado.

Vambora?


E você, o que pensa sobre o assunto? Gostou do artigo? Compartilhe conosco sua opinião. Não gostou? Acha que podemos melhorar? Então nos ajude a aprimorar nosso trabalho.

Siga o Startup Sorocaba no Facebook e cadastre-se para receber nossa newsletter e para ser informado sobre todas as novidades.

Compartilhe:

Programa será apresentado durante evento que será realizado no dia 1º de fevereiro em Sorocaba.

 

Sorocaba será uma das primeiras cidades do Estado de São Paulo a receber o Startup SP, o programa de desenvolvimento de startups do Sebrae-SP, que oferecerá capacitação gratuita e mentorias para startups digitais. O projeto será apresentado em um fórum no dia 1º de fevereiro, a partir das 19h, no Galpão Duca (Rua Duque de Caxias, 192 – Vila Leão –Sorocaba-SP) novo endereço: Anfiteatro do SESI (Rua Duque de Caxias, 494 – Vila Leão –Sorocaba-SP). As inscrições para participar do evento podem ser realizadas por meio do link a seguir: https://goo.gl/forms/uGhNrYS6KnaNEw4l1.

 

Durante o evento, os participantes poderão conhecer mais detalhes sobre os desafios relacionados ao desenvolvimento de uma startup, além de conhecer o programa Startup SP, bem como todas as etapas para participar do processo de seleção, que ocorre entre os dias 30 de janeiro e 24 de fevereiro. O programa completo contará com a palestra de Carlos Carneiro, Head da Ace Start, falando sobre a Jornada do Empreendedor de startup, além de um painel com duas startups (OnBoard Mobility e Goomer), sendo que a segunda é de Sorocaba.

 

O objetivo do Startup SP é ajudar o empreendedor a superar um dos principais desafios no processo de desenvolvimento da startup: validar sua proposta de valor e seu modelo de negócio, construindo algo que tenha aceitação no mercado. “É muito comum ouvirmos dos empreendedores que o desafio é nas vendas, no marketing. Mas na maioria das vezes, ao investigar mais a fundo, fica claro que na verdade o problema é o fit do produto com o mercado. Os empreendedores passam muito tempo desenvolvendo algo que as pessoas não querem, que não tem aceitação de mercado”, ressalta o consultor do Sebrae-SP, Guilherme Ralisch.

 

Segundo o consultor do Sebrae-SP e gestor do projeto em Sorocaba, Davi Paunovic, a dificuldade existe porque as startups são inovadoras por natureza, seja no modelo de negócios ou na aplicação de tecnologias a novos mercados. “O desafio é entender bem quais são de fato as necessidades dos clientes e então desenvolver uma solução que resolva esse problema de maneira escalável”, afirma.

 

Empreendedorismo em alta

 

De acordo com o gerente do Escritório Regional do Sebrae-SP em Sorocaba, Alexandre Martins, o momento econômico delicado pelo qual passamos, que apresenta barreiras de entrada no mercado de trabalho principalmente aos jovens, coloca o empreendedorismo como uma ótima opção.

 

“Desenvolvemos um programa com o mesmo dinamismo dos realizados nas grandes capitais. Para alcançarmos estes resultados, o comprometimento de todos os parceiros de nossa região está sendo fundamental. O ecossistema vem demonstrando grande aderência para fomentarmos ainda mais as atividades em Sorocaba e região, entendendo a importância das startups e empresas com potencial inovador para o fortalecimento da competitividade de nossa economia regional”, conclui Martins.

 

O programa conta com a parceria da Prefeitura de Sorocaba, Parque Tecnológico, Incubadora de Sorocaba HUBIZ, Movimento Startup Sorocaba, SENAC, FATEC e Incubadora de Tatuí, Universidade de Sorocaba, FACENS, APRH, Galpão Duca, Parceria Social de Empregos, 4 Legacy e Núcleo de Jovens Empreendedores da Ciesp.

 

SERVIÇO

  • Data: 01/02/2017
  • Horário: 19h
  • Local: Galpão Duca – Rua Duque de Caxias, 192 – Vila Leão – Sorocaba – SP novo endereço: Anfiteatro do SESI (Rua Duque de Caxias, 494 – Vila Leão –Sorocaba-SP)

Vagas Limitadas – Inscrições Gratuitas

Telefone para inscrições e mais informações: (15) 3229-0270 ou por meio do link: https://goo.gl/forms/uGhNrYS6KnaNEw4l1


E você, o que pensa sobre o assunto? Gostou do artigo? Compartilhe conosco sua opinião. Não gostou? Acha que podemos melhorar? Então nos ajude a aprimorar nosso trabalho.

Siga o Startup Sorocaba no Facebook e cadastre-se para receber nossa newsletter e para ser informado sobre todas as novidades.
Compartilhe:

Revendo a revista “Pequenas Empresas & Grandes Negócios” de novembro/15, me deparo novamente com a frase de Nizan Guanaes na capa:

Os pequenos nunca foram tão poderosos

(E se você não sabe quem é Nizan Guanaes aconselho que pesquise sobre sua trajetória empreendedora). Mas voltando a frase… e a lógica por trás dela, realmente como ele afirma, embora estejamos vivenciando tempos difíceis, muitas pequenas empresas têm se destacado, aproveitando as oportunidades  disponíveis onde muitos só veem problemas.

Uma recente campanha nacional do SEBRAE também chamou a atenção para essa “parcela” do mercado que talvez muitos de nós temos desprezados por algum tempo, sem saber ou desconsiderando, por exemplo, o fato de que são esses negócios tidos como pequenos que, têm mantido o ritmo econômico do país.

O movimento “Compre do Pequeno” (saiba mais aqui) visou estimular a relação comercial dos consumidores com negócios locais, do bairro, próximos de suas residências.  Fora as questões exclusivamente sócios-culturais de uma ação dessas, podemos ver sua importância traduzidas em números, como demonstrado na figura abaixo. 

 

startup-sorocaba-compre-do-pequeno

Startup Sorocaba: Movimento Compre do Pequeno – SEBRAE Nacional

 

Sim. As PMEs já são responsáveis 27% do PIB do país. Mas o que isso quer dizer? Que quase 30% de toda a riqueza produzida no país vem dos pequenos negócios gerados pelas vendas do Sr. Manoel da padaria da esquina, dos serviços prestados pela Sra. Julia e sua boutique de cosméticos, daquela empresa de softwares que ocupa uma pequena sala ao lado da sua.

 

Mas e as startups em meio a tudo isso?

 

Recentemente falamos sobre ações e projetos desenvolvidos a favor do estímulo da compra de produtos e serviços das startups (se você ainda não leu, acesse o post aqui) e também chamamos a atenção para essa aproximação com grandes corporações.

Da mesma forma, sabemos que as startups hoje são sim responsáveis pelo desenvolvimento econômico do país. Segundo o Presidente da Associação Brasileira de Startups (ABStartups), Amure Pinho, a crise não chegou para as startups. Manchetes estampadas nos principais sites de economia do país apontam que no último ano o crescimento deste “segmento”, entre as PMEs, foi de 18% (comparada ao ano anterior), fazendo girar em média R$ 2 bilhões anualmente – o que corresponde a 0,33% do PIB. A meta da Associação Brasileira de Startups (ABStartups), entretanto, é que esse número chegue a 5% do PIB (R$276 bilhões) até 2035. Na Índia, por exemplo, as startups já são responsáveis por cerca de 9,5% do PIB atualmente, sendo considerado também como o quarto país com economia mais atraente para investimento em inovação tecnológica.

Sabemos que os desafios para se empreender no Brasil ainda são muitos, mas há de se falar também das importantes inovações que nascem aqui diariamente e desse formato de empresa mais “flexível”. As startups quase não sofrem com a crise. O dinamismo de suas atividades faz com que elas ganhem cada vez mais ritmo acelerado – e este parece não ser apenas um privilégio do Brasil.

 

Quais as vantagens de adquirir soluções de uma startup?

 

Quando você adquire produtos ou serviços de uma startup, além de estimular a nossa economia estará consumindo inovação direto da base.  Não estamos falando apenas de novas empresas, mas de negócios disruptivos que farão com que você muitas vezes poupe tempo e dinheiro – tão escasso hoje em dia.

As startups estão transformando em oportunidade tudo aquilo que é tido somente como problema. Estão crescendo enquanto muitas grandes empresas estão apenas admirando a crise. Os pequenos nunca foram tão poderosos.

Com alternativas modernas e simples as startups estão contribuindo para o sucesso de empresas de vários setores e até mesmo com a indústria, fortemente afetados pela crise, seja reduzindo custos, seja otimizando recursos, seja inovando como uma aposta para vencer a concorrência. E se você não está de olho nos pequenos é melhor mudar seu foco de visão. Corra enquanto há tempo!


E você, o que pensa sobre o assunto? Gostou do artigo? Compartilhe conosco sua opinião. Não gostou? Acha que podemos melhorar? Então nos ajude a aprimorar nosso trabalho.

Siga o Startup Sorocaba no Facebook e cadastre-se para receber nossa newsletter e para ser informado sobre todas as novidades.

Compartilhe:

No último sábado finalizamos o primeiro módulo do Startup Sorocaba LAB. O Get Ready, voltado para empreendedores com ideias ou startups early stage reuniu 13 participantes de Sorocaba e região, em uma experiência de troca de aprendizado incrível.

Durante três fins de semana os grupos formados puderam trabalhar em suas ideias e colocar em prática todas as ferramentas essenciais para o desenvolvimento de uma startup.

Confira tudo o que rolou e saiba como participar do próximo módulo ou da próxima turma.

 

O Startup Sorocaba LAB

 

O Startup Sorocaba LAB é um projeto antigo do Startup Sorocaba que também saiu do papel neste ano. Com o objetivo de criar novos negócios de alto impacto,  foi dividido em dois módulos; a) Get Ready (para ideias ou startups early stage); e b) Set&Go (para startups com um MVP).

A ideia é fazer com que os empreendedores passem por todos os estágios de uma startup, desde a validação do problema até a criação e tangibilização do produto e ida para o mercado. O programa nasceu da necessidade de ter alguma trilha de conhecimento, uma lógica e sequência que permita com que qualquer pessoa consiga desenvolver um novo negócio, aprendendo a falhar rapidamente”, disse Danielle uma das criadoras e facilitadoras do projeto.

Os empreendedores tiveram aulas teóricas e práticas sobre: design thinking, business model canvas, lean startup, customer development, validação, prototipação (MVP) e monetização, além de contar com estudo de cases e com o bate-papo com os fundadores da startup Manicury que compartilhou sua experiência no desenvolvimento e lançamento do MVP.

 

 

O ambiente amplo e descontraído do GoHub Coworking também proporcionou aos participantes uma experiência muito agradável.

 

Projetos desenvolvidos

 

Para efeito de aplicação dos conceitos, cada grupo selecionou uma ideia para ser trabalhada durante o LAB. Conheça agora os três projetos criados e desenvolvidos:

 

  1. Hortimiza: plataforma que conecta o produtor de hortifruti com os principais canais de comercialização;
  2. Cãomigo: turismo pet friendly – plataforma para conectar amantes de pets com locais pet friendlys, através da promoção de eventos/viagens;
  3. Cred.Fit: plataforma para matching entre os consumidores e bancos e simplificação dos processos de financiamento.

 

Agora com o MVP em mãos, no encerramento do módulo Get Ready as equipes foram desafiadas a buscar os primeiros clientes de suas soluções, validando suas propostas de valor junto ao segmento-alvo, para tenham os feedbacks, insights e aprendizados necessários para dar sequência aos projetos. 

 

Startup Sorocaba: Turma I do Startup Sorocaba LAB

Startup Sorocaba: Turma I do Startup Sorocaba LAB

 

Próximo módulo

 

Tanto os participantes do módulo anterior do Startup Sorocaba LAB, quanto startups que já tenham um MVP poderão participar da segunda etapa do curso (módulo Set&Go) voltado para estratégias Go to Market e tração dos negócios.

Se você se interessou e quer se juntar aos empreendedores que estão elevando suas ideias e startups a outros níveis, faça sua pré-inscrição AQUI.

Obs.: também já estamos com pré-inscrições abertas para a segunda turma do Get Ready, prevista para 2017. As inscrições podem ser realizadas no mesmo site (as vagas são limitadas).

Go empreendedores! Go startups! Go Comunidade! Go #StSo!


E você, o que pensa sobre o assunto? Gostou do artigo? Compartilhe conosco sua opinião. Não gostou? Acha que podemos melhorar? Então nos ajude a aprimorar nosso trabalho.

Siga o Startup Sorocaba no Facebook e cadastre-se para receber nossa newsletter e para ser informado sobre todas as novidades.

Compartilhe:

Com o tema Cidades Inteligentes (Smart Cities) Sorocaba recebeu no último fim de semana, no SENAC, a quinta edição do Startup Weekend Sorocaba, desta vez com o tema Smart Cities (Cidades Inteligentes).

O evento temático realizado pela segunda vez no Brasil, foi  um sucesso! Saiba tudo o que ocorreu no fim de semana e conheça os projetos vencedores.

 

startup-weekend-smart-cities-sorocaba-abertura

Startup Sorocaba: Abertura do Startup Weekend Smart Cities Sorocaba

 

startup-weekend-smart-cities-sorocaba-palestra

Startup Weekend Sorocaba: palestra sobre modelo de negócios com o mentor Fernando Grisi

 

startup-weekend-sorocaba-interacao-sw

Startup Sorocaba: Interação com os participantes do Startup Weekend de Vitória/ES, evento que ocorreu simultaneamente em outro estado

 

Projetos Criados

 

Participaram desta edição cerca de 100 participantes de várias cidade e das trinta e oito ideias apresentadas inicialmente (na sexta-feira), foram escolhidas treze para serem trabalhadas no fim de semana.

As equipes foram formadas por participantes de diversos perfis como empreendedores, estudantes, designers, desenvolvedores, arquitetos, engenheiros, etc. e por pessoas de várias idades o que também muito contribuiu para a troca de experiências e aprendizados.

Contando também com o expertise de mentores super experientes em diversas áreas, as equipes partiram da ideia para a validação do problema e da solução e aprenderam na prática o que muitas vezes fica apenas na teoria.

 

startup-weekend-smart-cities-sorocaba-mentores

Startup Sorocaba: time de mentores (faltou gente na foto, rs) e Vic (Facilitadora)

 

Conheça agora todos os projetos desenvolvidos durante o Startup Weekend Smart Cities Sorocaba:

 

  • He!p: soluções emergenciais rápidas onde você estiver;
  • Conectcidade: agrupar recreação das cidades priorizando acessibilidade;
  • Consórcio Solar: compartilhamento de crédito de energia elétrica através de consórcio solar;
  • Estopim: intermediação de empresas/pessoas que produzem resíduos, com cooperativa;
  • Economizeee: app que auxilia na educação sustentável e financeira de forma interativa;
  • Ponto Bike: Link between bikers and parking lot, To park their bikes;
  • Bath2U: tornar acessível um banho através do compartilhamento de banheiros!
  • TurismobileMore information in public spaces with QR code;
  • Suricato: Aplicativo para vigilância comunitária;
  • Indikação: app de oferta e procura de serviços (informais) urgentes ou planejados;
  • SmartWood: Create a platform for sales smart furnitures with certified wood;
  • Tô Precisando.com: aplicativo pra busca interativa e troca de serviços sem pagamento.

 

Projetos Vencedores

 

Depois de 54h de evento, os jurados Dra. Regiane Romano (Smart Campus FACENS), Mariana Camargo (Startup Farm) e Daniel Merege (Forum City Tech) tiveram muita dificuldade para definir os ganhadores do Startup Weekend Smart Cities Sorocaba. E depois de muita discussão os escolhidos foram:

 

  1. Bath2You;
  2. Economizee;
  3. Turismobile;

 

Os ganhadores receberam como premiação e levaram para casa: livros da Editora SENAC, consultoria para registro de marcas da Vilage Marcas e Patentes, Incubação na Hubiz (Incubadora do Parque Tecnológico de Sorocaba) e Mentorias da 4Legacy.

Uma das equipes também ganhou menção honrosa por ter decidirem dar sequência ao projeto, mesmo depois de contar com desistências no grupo. Sim… Startup Weekend também é isso! É saber lidar com diferenças, com contratempos, desafios.

 

startup-weekend-smart-cities-sorocaba-mencao-honrosa-ping-ping

Startup Sorocaba: Menção honrosa para a equipe Ping Pong

 

A cerimônia de encerramento do evento premiou simbolicamente as equipes que tiveram melhor desempenho em relação a execução e design, validação e modelo de negócios, mas sabemos que todos os participantes estão de parabéns pelo que desenvolveram em pouco tempo e pelo tanto que evoluíram.

Agradecimentos

 

Agradecimentos especiais a todos os participantes, aos parceiros: Tauste, Vilage Marcas e Patentes, Inova Sorocaba, Hubiz, Padaria Real, Poxnet, Nossos peludos, Estúdio Collibri e FACENS;  A todos os voluntários (organização, mentores e jurados) e a toda a equipe de suporte do SENAC Sorocaba.

E você? Participou do Startup Weekend Smart Cities Sorocaba? Conte-nos sobre sua experiência. Envie um e-mail para contato@startupsorocaba.com.

Sejam bem-vindos a nossa Comunidade!

 


E você, o que pensa sobre o assunto? Gostou do artigo? Compartilhe conosco sua opinião. Não gostou? Acha que podemos melhorar? Então nos ajude a aprimorar nosso trabalho.

Siga o Startup Sorocaba no Facebook e cadastre-se para receber nossa newsletter e para ser informado sobre todas as novidades.

Compartilhe:

Startups e grandes corporações, bem como o próprio governo devem se aproximar cada vez mais para inovar. E o Brasil tem dado passos significativos avançando rumo às primeiras discussões, projetos e políticas públicas de incentivo. 

 

startup-sorocaba-startups-e-grandes-corporacoes-devem-se-aproximar-cada-vez-mais

Startups e grandes corporações devem se aproximar cada vez mais para inovar

 

Já não é mais novidade o crescente número de startups que surge a cada ano e o valor que movimentam, impulsionando a economia do país, no entanto, há quem ainda não percebeu a grande oportunidade que essas empresas tidas como “pequenas” têm em suas mãos e em seus portfólios.

A abertura para esse relacionamento pode se iniciar pelo rompimento de algumas barreiras culturais (e porque não dizer “sócio-econômicas”) em relação aos dois lados. É preciso compreender que startups não são empresas que vendem inovação por um preço mais barato (a menos que a própria startup se posicione desta forma) e por outro lado que as grandes corporações ainda são como aquelas do século passado – pouco abertas à discussões neste sentido. O contexto, as necessidades e às respostas a essas necessidades hoje são outras.

 

Pitch GOV SP

 

Tive a grande oportunidade de participar da equipe responsável por um dos projetos pioneiros na América Latina – Pitch GOV SP -, cujo objetivo foi o de aproximar startups do governo. O projeto foi realizado em uma parceria do Governo do Estado de SP e da Associação Brasileira de Startups

Durante todo o processo os dois lados se demonstraram dispostos a contribuir mutuamente para que alguns dos trinta e cinco desafios relacionados às áreas de saúde, educação e facilidades ao cidadão pudessem ser solucionados. Recebemos 304 projetos e 15 foram selecionados e puderam expor suas ideias para as secretarias responsáveis por cada área e convidados em evento realizado no dia 17/novembro, no Palácio dos Bandeirantes – sede do governo do Estado de São Paulo.

 

Startup Sorocaba: as 15 startups selecionadas puderam fazer seus pitches para um público de quase 700 pessoas

Startup Sorocaba: as 15 startups selecionadas puderam fazer seus pitches para um público de quase 700 pessoas

 

Startup Sorocaba: Pitch GOV SP - O Governador Geraldo Alckmin fala sobre a importância do projeto (foto: A2img / Ciete Silvério)

Startup Sorocaba: Pitch GOV SP – O Governador Geraldo Alckmin fala sobre a importância do projeto (foto: A2img / Ciete Silvério)

 

Startup Sorocaba: Pitch GOV SP banca de convidados (foto: A2img / Ciete Silvério)

Startup Sorocaba: Pitch GOV SP banca de convidados (foto: A2img / Ciete Silvério)

 

Startup Sorocaba: Pitch GOV SP - o evento reuniu empreendedores, investidores e outros agentes do ecossistema (foto: A2img / Ciete Silvério)

Startup Sorocaba: Pitch GOV SP – o evento reuniu empreendedores, investidores e outros agentes do ecossistema (foto: A2img / Ciete Silvério)

 

Cerimônia de premiação do Pitch Gov

Startup Sorocaba: Pitch GOV SP – empreendedores das 15 startups selecionadas (foto: A2img / Ciete Silvério)

 

Os desafios de inovar na gestão pública

 

Acredito que o maior desafio (já aceito por ambos) é o da própria co-criação, uma vez que, por se tratarem de demandas muito específicas não foi possível encontrar nenhuma “solução pronta” no mercado, mas sim empresas e equipes dispostas a adaptar suas soluções para atendimento ao Governo. Todas as 15 startups selecionadas testarão suas solução junto ao governo em ambiente de teste.

Mas, qual a real vantagem para os dois lados, diante dessa situação?

Por inovar os dois lados, o país, os beneficiados, a população em geral ganha. É ver a tecnologia aplicada à melhoria de vida das pessoas e os benefícios traduzidos em forma de aumento da longevidade da população, elevação do nível da educação, redução de custos, etc. Por outro lado, para as startups essa pode ser a chance de dar real escalabilidade ao seu negócio. Dessa forma, os dois lados devem se ver como aliados (é claro que sabemos que alguns pormenores nessa relação ainda não estão muito bem resolvidos, no entanto, a abertura que foi dada já é um começo para colocá-los em pauta). 

Essa relação é uma novidade para os dois lados, mas esperamos em breve ver replicado aqui, o mesmo sucesso do modelo realizado em outros países a exemplo de Barcelona (Espanha) que através do projeto Barcelona Open Challenge permitiu que as startups e empreendedores  propusessem suas soluções inovadoras para transformar a cidade em uma Smart City

Outros exemplos bem interessantes são o de Amsterdã, capital da Holanda, que tem um CTO, ou seja, um responsável por identificar demandas e apoiar projetos inovadores na cidade e o Reino Unido (vide Tech City), país que entendeu que a consolidação de uma economia baseada no conhecimento, depende prioritariamente de empreendedorismo tecnológico. E daí para a aliança com as startups foi um passo, já que estamos falando de empresas dinâmicas e que geralmente pensam em produtos disruptivos e de alcance global. Mas vale a ressalva de que além de criar e incentivar novos hubs tecnológicos é preciso encarar as startups como potenciais fornecedoras do próprio governo. 

Já falamos aqui no Startup Sorocaba, em outros posts, sobre a importância da proximidade de todos os agentes do ecossistema (se você ainda não leu, aproveite para colocar a leitura em dia, lendo este artigo e este também). A inovação precisa ser o elo entre empreendedores, universidades, governo, investidores. Sabemos quão difícil é integrar esses grupos, mas é preciso criar uma relação mais próxima e duradoura, em busca de um objetivo comum.

 

A relação startups x grandes corporações

 

Não a toa temos visto o aumento de competições e ou de chamamentos públicos para resolução dos desafios corporativos. Empresas como Brasken, Porto Seguro, Tecnisa são apenas alguns exemplos que recorreram às startups em busca de soluções tecnológicas e de respostas rápidas. Termos como Corporate Venture e mesmo aceleração corporativa também estão se tornando recorrentes, comprovando que, de fato, há muito o que se ganhar nessa aproximação e integração.

Entretanto, é preciso ter claro desde o início que essa é uma relação que deve ser caracterizada pelo ganha-ganha. As grandes corporações que quiserem co-criar ou mesmo adquirir soluções das startups precisam enxergá-las e respeitá-las também como empresas que poderão ajudá-las a inovar  – e isso independentemente do seu tamanho e “tempo de vida”. Por outro lado, as startups, geralmente por seus empreendedores representadas, devem se posicionar como tal, sendo profissionais no trato e nas negociações.

Aqui no Brasil já contamos inclusive com alguns cases, resultado desses eventos, comprovando que, de fato, todos ganham com a implementação da tecnologia no solucionamento de problemas reais. E acreditem: continuaremos a ver resultados incríveis advindos dessa nova tendência por aqui. Esse é apenas o começo!

 


E você, o que pensa sobre o assunto? Gostou do artigo? Compartilhe conosco sua opinião. Não gostou? Acha que podemos melhorar? Então nos ajude a aprimorar nosso trabalho.

Siga o Startup Sorocaba no Facebook e cadastre-se para receber nossa newsletter e para ser informado sobre todas as novidades.

Compartilhe:

Inovar é preciso. Claro! E não seríamos doidos de dizer o contrário, afinal a inovação é a estratégia da saúde financeira e da própria sobrevivência principalmente no caso das startups. Mas será que toda inovação é mesmo necessária do ponto de vista do cliente? Será que o preço maior do seu produto ou serviço que é justificado pela inovação é mesmo um preço justo?

Há sempre o risco associado ao fato de NÃO inovar. Mas saiba que inovar por inovar também pode ser extremamente desvantajoso, além é claro de muito custoso…

 

inovacao-inovar-por-inovar-startup-sorocaba

Há sempre o risco associado ao fato de NÃO inovar. Mas saiba que inovar por inovar também pode ser extremamente perigoso…

 

Inovar ou não inovar? Eis a questão…

 

O ideal é se antecipar e liderar as mudanças. No mínimo, as empresas precisam se adaptar e cultivar algum nível de inovação para não perderem espaço no mercado e não desaparecerem.

 

Já falamos aqui sobre a inovação disruptiva e todo empreendedor sabe de cor que as empresas não crescem somente quando reduzem custos ou mesmo quando baixam o preço e ganham na margem, mas sim pela sua capacidade de INOVAR. 

A questão, portanto, não é INOVAR ou NÃO INOVAR, mas sim QUANDO e COMO inovar. O consultor e palestrante Luiz Marins diz que o que não agrega valor agrega custo – e esse é um ponto crucial para as startups, já que estamos falando de um ambiente de extrema incerteza.

Mas, então, como saber quando e como inovar? Confira essas dicas!

 

5 dicas para sua startup não ERRAR na hora de inovar

 

inovacao-os-perigos-de-inovar-por-inovar-startup-sorocaba

Inovação: 5 dicas para sua startup não ERRAR na hora de inovar

 

Embora não exista nenhuma regra para inovar, algumas dicas que até parecem ser meio óbvias podem ajudar a sua startup a não errar na hora de inovar, otimizando os recursos que, muitas vezes são muito mais escassos.

 

  1. Execute! Essa nem deveria ser uma dica dessa lista, mas vale a ressalva: ter ideias e inovar no papel é muito fácil. Mas é preciso colocar todas as ideias em prática. Toda inovação está atrelada a riscos, mas o maior deles ainda é o de não se arriscar. 
  2. Não se preocupe com dinheiro: comece pequeno, valide sua ideia e depois busque alternativas para expandi-la ou escalá-la. Na era da internet, inovar ficou muito mais rápido e barato.
  3. Esteja atento às tendências: desprezar as tendências é jogar fora o “mapa da mina” e novas oportunidades. Muitas “ditas” inovações falham justamente porque não levam em consideração o que futuro pode reservar. São soluções momentâneas, de curto prazo. Mas será que isso já não é tão previsível? Nem sempre. A inovação também pode vir da velocidade, ou seja, as chances podem ser as mesmas para todo mundo, mas ganhará certamente quem sair a frente e quem se lançar no timing certo.
  4. Pesquise muito: antes de sair por aí investindo tempo e dinheiro em algo que você não sabe se será aceito pelo mercado, pesquise quais soluções já existem para resolver o mesmo problema (e/ou se realmente resolvem aquilo a que se propõe e da forma como os consumidores realmente gostariam), qual o potencial do mercado (afinal, você não deve investir em algo que somente sua mãe compraria) ou seja, descubra se o mercado é suficientemente grande, quanto os consumidores pagariam, etc. Steve Blank diz que a inovação não é apenas implementar uma ideia criativa, mas sim procurar também uma forma de transformar algum aspecto da ideia em algo que os consumidores querem tanto, tanto que pagariam para ter.  Faz sentido, não faz?
  5. Falhe rapidamente e aprenda: sim! O processo de inovação também pode ser e é um importante processo de aprendizado. Seja flexível e permita que as ideias sejam abandonadas ou transformadas. Tente, tente novamente e tantas vezes forem preciso. Erre, erre novamente porque quando você erra, você aprende. Passe a ver os seus erros como uma forma de acumular informações e experiências de informação que poderá levá-lo a criar uma nova ideia – e não como fracasso.

 

Estamos na Era da individualização, da singularidade e da diferenciação e neste sentido toda inovação é bem-vinda! Mas, mais uma vez cuidado! Antes de mais nada é preciso que a inovação represente algum valor e para quem realmente interessa: o mercado!

Ah, e se você está precisando de inspiração ou ainda tem dúvidas sobre de onde vem as boas ideias, confira esse vídeo:

YouTube Preview Image


E você, o que pensa sobre o assunto? Gostou do artigo? Compartilhe conosco sua opinião. Não gostou? Acha que podemos melhorar? Então nos ajude a aprimorar nosso trabalho.

Siga o Startup Sorocaba no Facebook e cadastre-se para receber nossa newsletter e para ser informado sobre todas as novidades.

Compartilhe: