Quando uma startup deixa de ser uma startup? O Facebook ainda é uma startup ou não? Se uma startup aumentou o número de colaboradores ou a sua receita, ela deixou de ser uma startup?

Se você já parou para fazer essas perguntas e ficou em dúvida quanto as possíveis respostas, junte-se a nós! 

Sim. Essas não são perguntas para uma única resposta e tão pouco para uma única reflexão. Por que? Porque geralmente falamos somente dos critérios que fazem uma ideia se constituir em uma startup e não o contrário!

 

Então, quando uma startup deixa de ser uma startup?

 

Startup é uma uma organização temporária criada para procurar um modelo de negócios escalável

Steve Blank

Como já vimos em um dos posts aqui no Startup Sorocaba, uma startup é desenhada para criar e desenvolver uma solução para determinado problema real. Logo, uma vez tendo sido criada essa solução, a solução teoricamente deixa de fazer parte de uma startup para se tornar uma operação normal, ou seja, um processo contínuo.

A questão principal é que até se chegar a essa solução ideal (validada pelo mercado), leva-se um certo tempo – que pode variar de uma startup para outra. Mas não é só isso. Além de encontrar uma resposta para uma necessidade do mercado, é preciso também encontrar uma forma de cobrir os custos desse produto ou serviço final. Como assim? Explico.

 

modelo-de-negocios-escalavel-startup

Além de encontrar uma resposta para uma necessidade do mercado, é preciso também encontrar uma forma de cobrir os custos desse produto ou serviço final

 

Imagine por exemplo que sua startup criou um serviço web gratuito e muito bem avaliado pelos usuários que, de fato, buscavam por uma solução similar para resolver determinado problema. Ótimo não é mesmo? Nem tanto. Por que? Simples! Porque o problema dos usuários pode até ter sido resolvido, mas o seu problema (enquanto empresa comercial) não por muito tempo, já que todo produto ou serviço envolve custos operacionais como os de desenvolvimento, distribuição, comunicação – por menores que sejam.

Logo, a menos que você tenha dinheiro suficiente para se manter nesta fase, você não terá receita para sua própria operação. Neste caso você ainda é uma startup porque ainda não criou uma solução para o problema dos seus clientes, ou seja, ainda não firmou o seu modelo de negócios, passível de gerar receita, afinal uma startup não é uma ONG (acredite: até mesmo startups sociais têm uma forma de monetização).

Enquanto não existir uma fonte de receita suficiente para pagar seus custos, você será uma startup

Joaquim Torres (Joca)

O fator incerteza

 

Uma enorme atmosfera de incerteza ronda as startups e é justamente por esse motivo, ou seja, até que o modelo de negócios possa ser efetivamente validado, que se fala tanto em investimento para startups, afinal, convenhamos: é muito difícil persistir na busca por um modelo de negócios, enquanto ainda não existe nenhuma receita.

Uma vez tendo validado o modelo de negócios e com o início da receita, provavelmente será necessário um novo aporte de capital para que a sua startup se torne uma empresa sustentável.

Assim, podemos dizer que uma startup deixa de ser uma startup a partir do momento em que o seu modelo de negócio se torna escalável e sustentável, ou seja, quando a empresa deixa de ser uma startup e passa a ser uma empresa altamente lucrativa.

 

quando-uma-startup-deixa-de-ser-uma-startup

Quando se torna escalável, a startup deixa de existir e dá lugar a uma empresa altamente lucrativa

 

Mas, e caso isso ainda não seja possível? Caso contrário, a startup precisará se reinventar (pivotar ou abandonar a ideia) para não correr o risco de entrar para as estatísticas das startups que quebram com menos de dois anos de vida, engrossando o número das startups que morrem prematuramente.

 


E você, o que pensa sobre o assunto? Gostou do artigo? Compartilhe conosco sua opinião. Não gostou? Acha que podemos melhorar? Então nos ajude a aprimorar nosso trabalho.

Siga o Startup Sorocaba no Facebook e cadastre-se para receber nossa newsletter e para ser informado sobre todas as novidades.

Compartilhe: