Já estamos em 2015 e muitos empreendedores ainda estão pensando por onde começar. Mas quais serão as tendências e os mercados mais promissores para as startups?

Algumas previsões econômicas apontam que o país deverá passar por uma época de baixo crescimento e de alta inflação e juros altos. E aí? Esse cenário pode parecer extremamente negativo num primeiro momento, existem ainda muitas oportunidades para os empreendedores e, acredite, muitos mercados carentes de soluções tecnológicas.

 

7 tendências promissoras para sua startup

 

oportunidade-startups-2015

Quais são as tendências e oportunidades para a sua startup em 2015?

 

Confira as 7 tendências de área de atuação, nas quais a sua startup (mesmo que não atue diretamente) deve estar de olho:

 

  1. Educação: uma das áreas mais deficientes no nosso país. Startups que investirem em educação à distância, em soluções adaptativas como a gamificação ou que estimulem a criatividade sairão à frente. Recursos que também auxiliem os professores na gestão ou aplicação das aulas também não podem ficar de fora. Veja três startups de empreendedores locais que estão seguindo essa tendência, para você ficar de olho: Rabisquedo, Kriativar e Eduqa.me.
  2. Saúde: aplicativos para agendamento de consultas, prontuários digitais e outras soluções que otimizem o tempo dos médicos e dos pacientes (fast health) parecem ser uma excelente aposta, além de uma tendência mundialmente explorada.
  3. Mercado imobiliário: com o aumento das vendas no mercado imobiliário a inadimplência também passa a ser um dos maiores problemas. Startups de gestão de contratos ou de condomínios são a bola da vez neste segmento B to B.
  4. Mobilidade urbana: as ineficiências são tantas que alguns especialistas afirmam que apenas com o uso de tecnologia elas poderão ser sanadas, tanto para corrigir as falhas atuais, quanto para não permitir que se tornem ainda maiores. E se você concorda com essa afirmação, comece identificando todas as necessidades desse mercado que vão desde encontrar locais para estacionar, à itinerários em tempo real de transportes públicos.
  5. Soluções hiperlocais: conectar pessoas que já estão próximas ou que tenham o mesmo interesse pode ser uma grande oportunidade de negócio para as startups e uma forte tendência par 2015. O maior segredo nesse caso é atuar em nichos de mercados que sejam suficientemente atrativos e rentáveis.
  6. Emprego: algumas startups têm obtido muito sucesso nessa área. Os destaques são para as empresas que atuam com recolocação no mercado, entrevistas à distância e até mesmo com testes gamificados.
  7. Big data, internet das coisas e impressão 3D: muito comum em outros países, no Brasil, poucas startups ainda se apropriaram dos benefícios do uso dessas tecnologias que podem e devem ser aplicadas em qualquer uma das áreas citadas acima, assim como em tantas outras, seguindo assim uma das maiores tendências mundiais.

 

As oportunidades nesse ano serão muitas, mesmo com período de baixo crescimento do país, como estimam muitos economistas. E você? Está de olho em qual tendência?


E você, o que pensa sobre o assunto? Gostou do artigo? Compartilhe conosco sua opinião. Não gostou? Acha que podemos melhorar? Então nos ajude a aprimorar nosso trabalho.

Siga o Startup Sorocaba no Facebook e cadastre-se para receber nossa newsletter e para ser informado sobre todas as novidades.

Compartilhe:

O sonho de todo empreendedor é que seu produto seja o melhor do mercado ou ao menos bem aceito pelo mercado e pelos consumidores – que são quem realmente interessa. Mas será que o produto perfeito existe mesmo? Como é possível fazer do seu produto o preferido pelos consumidores? 

 

Afinal, o produto perfeito existe ou não existe?

 

o-produto-perfeito-nao-existe-startup-sorocaba

Eu tenho a solução: o produto perfeito para você!

 

Ainda que o seu produto seja o melhor dentro da sua categoria, acredite: ainda assim ele não será “perfeito”. Mas o que isso quer dizer? Simples: que dificilmente um produto agradará a todos os consumidores de um segmento de mercado. 

Guy Kawasaki, um dos maiores nomes no mundo da tecnologia, diz que não devemos nos preocupar em ter o produto perfeito. É claro que isso não significa que você deve fazer um produto ruim, pelo contrário! Ele deve ser o melhor dentro das condições que você já tem e melhorado, se possível, com o tempo. 

Assim, você não deve ter medo de lançar um produto inovador, ainda que ele não esteja pronto (lembre-se do MVP), aliás, diga-se de passagem no caso de startups então isso passa a ser uma regra clara!  Os primeiros micro computadores apresentados pela Apple, por exemplo, não tinham dezenas de funções, mas ainda sim eram revolucionários. 

Deixe cem flores desabrocharem

Guy Kawasaki

Não sabemos exatamente onde vai surgir uma “nova flor”, mas você deve simplesmente permitir que elas brotem. As inovações podem atrair clientes inesperados e não necessariamente os considerados no planejamento inicial ou na primeira concepção do seu produto ou serviço. Muitas vezes, pensando nos clientes potenciais, desconsideramos os não-clientes (entre eles aqueles que já usam um solução similar, aqueles que se recusam a comprar os produtos ofertados por algum motivo e desconhecem o mercado e as soluções disponíveis).

Pergunte-se: o que faz/fará com que as pessoas comprem o seu produto ou serviço? E o que faz/fará com que as pessoas não comprem?

Sim, sabemos que é muito mais fácil convencer alguém que já conhece e já consumiu o seu produto do que tentar convencer alguém que ainda não conhece. Que tal ser o “produto perfeito” para essas pessoas?

 

Solução: atue em nichos de mercado

 

Não tenha medo de polarizar as pessoas. Nenhum produto por melhor que seja servirá para todos os públicos, portanto, defina muito bem o seu foco de atuação, direcione seu orçamento de marketing, otimize todos os seus investimentos.

As empresas querem criar o produto perfeito para todo mundo, e inevitavelmente vão cair na mediocridade 

Guy Kawasaki

Já parou para pensar que o seu produto pode ser a melhor solução (ou o “produto perfeito”) para um grupo de pessoas? As startups mais bem sucedidas compreenderam isso e hoje atuam em segmentos de mercados muito bem definidos, onde muitas vezes a concorrência também é bem menor.

Se você ainda não sabe muito bem por onde começar, estude muito bem todos os mercados, o potencial de crescimento de cada um, o perfil de cada grupo de consumidor dentro destes mercados. Avalie também o nível de demanda pela solução que você pretende desenvolver, e aqui, é claro, vale a famosa pesquisa ou validação da ideia, antes de sair por aí investindo em mercados “promissores”. 

Algumas ferramentas como o Google Trends também podem ajudá-lo a ter uma dimensão das tendências e dos termos mais pesquisados na internet. 

 

3 dicas do que NÃO fazer ao escolher um nicho de mercado para sua startup

 

Já que estamos tentando responder a pergunta se o produto perfeito existe ou não, aqui vão 3 dicas sobre escolher o seu mercado de atuação:

 

  1. Não avaliar se o mercado têm potencial suficiente: todo mercado têm seus riscos, no entanto, não avaliar suas oportunidades (abrangência, rentabilidade) é antes de tudo dar um tiro no escuro. Nichos são mais fáceis de penetrar, no entanto, isso não quer dizer que o a sua startup será a startup da vez!
  2. Atender a vários nichos com a mesma solução: um nicho sugere uma fração de um mercado ou segmento maior, logo, estamos falando também de consumidores e de necessidades diferentes. Aqui um mesmo sapato não calça pés de diferentes tamanhos. 
  3. Apostar em mercados da “moda”: alguns nichos se tornam saturados rapidamente conforme a popularidade o que indica que já é hora de mudar de nicho e atuar em super nichos – que muitas vezes são desprezados ou não são atendidos eficazmente pelas startups atuais. Em oceanos azuis a escalabilidade se torna muito mais difícil!

 

Lembre-se: a escolha do nicho pode determinar o sucesso da sua startup e fazer do seu produto o mais próximo do perfeito!


E você, o que pensa sobre o assunto? Gostou do artigo? Compartilhe conosco sua opinião. Não gostou? Acha que podemos melhorar? Então nos ajude a aprimorar nosso trabalho.

Siga o Startup Sorocaba no Facebook e cadastre-se para receber nossa newsletter e para ser informado sobre todas as novidades.

Compartilhe: