A vida é muito curta para odiar o trabalho.

Um estudo americano apontou que pessoas que trabalham entre os 20 e 65 anos, 40 horas por semana, acabam gastando um total de 10 anos de 3 meses da sua vida no trabalho. Some as horas-extras, o tempo gasto no trânsito se deslocando para o trabalho e de volta para casa, o tempo se preparando para uma reunião importante e, pronto, você terá uma considerável quantia de horas destinada ao seu trabalho.

Quanta coisa muda em 10 anos, não é mesmo? Um dia você está sonhando em fazer 18 e 10 anos depois já está perto dos 30.

Muita gente tem o sonho de empreender, de viver daquilo que realmente gosta, colocar seus talentos em ação e ganhar dinheiro com isso. Vai dizer que você nunca pensou que faz tal coisa tão bem que poderia ser pago pra isso?

Porém não é todo mundo que tem coragem e quer se dedicar para ter seu próprio negócio. A maioria acaba se tornando escrava de um emprego que não ama e, sem sequer tentar, chega ao final da vida apenas com um sonho não realizado.

Isso quer dizer que o empreendedorismo vale à pena, apesar dos obstáculos, afinal, a vida é mesmo muito curta para desperdiçarmos 8 ou mais horas por dia em algo que não gostamos e que talvez nem pague tão bem assim.

Aqui estão 6 sinais de alerta de que é hora de largar o emprego para abrir uma empresa:

 

 1. Você não encontra propósito no que está fazendo

Todos nós gostamos de nos sentirmos partes de algo maior. Saber que o nosso trabalho está causando um impacto positivo na vida de outras pessoas nos faz sentir bem.

2. Você não se sente reconhecido

Não importa o quanto tenha se esforçado para terminar suas tarefas num prazo super apertado ou quão genial tenha sido sua ideia na última reunião, seus superiores e colegas não conseguem demonstrar gratidão pelo seu trabalho e muitas vezes pensam que você não está fazendo mais do que sua obrigação.

Sente que você poderia ser muito mais produtivo e útil fazendo outra coisa

Precisamos nos sentir úteis, não insubstituíveis, mas úteis. Sentir que nossas habilidades, nossos conhecimentos, dons e talentos estão sendo realmente utilizados para desempenhar as tarefas diárias.

3. Suas ideias não são valorizadas

Você parece ser a única pessoa com ideias inovadoras, que, na maior parte das vezes são deixadas de lado ou acabam sendo vistas com maus olhos pelo seu chefe. Neste caso, prefira aplicar suas ideias em outro lugar, talvez no seu próprio negócio!

4. Você não tem a menor vontade de ir trabalhar

Esta é a dura verdade. Você se sente deprimido no domingo à noite pensando na torturante semana que está para começar. É claro que todas as pessoas têm altos e baixos no emprego que são causados, na maioria das vezes, pelo estresse e sobrecarga, mas, se este período está se prolongando de mais, talvez seja melhor trilhar um outro caminho para sua carreira.

5. Seus hobbies são mais interessantes do que seu emprego

Você começa a perceber que tem muito mais dedicação com os seus hobbies de final de semana do que com seu próprio ofício e, de repente você percebe que aprendeu muito mais com eles do que aprendeu nos últimos 5 anos no seu emprego.

Você pode estar pensando que largar o emprego para empreender não é tão simples assim, as contas vão continuar chegando e se você tem uma família para cuidar, a responsabilidade pode ser ainda maior. O medo de arriscar muitas vezes é alto, mas, acredite, com planejamento e disciplina quase tudo que desejamos é possível alcançar.

Leia mais:

É possível ensinar alguém a ser empreendedor?

E você tem mais algum sinal para contribuir com esta lista? Compartilhe com a gente!

Compartilhe: