Quando desejamos ser empreendedores, a expectativa de nos tornarmos nosso próprio patrão, aplicar esforços e investir em nosso próprio negócio é muito emocionante!

 

Se você está considerando se tornar um empreendedor, provavelmente já leu ou ouviu diversas histórias de empresas que se tornaram um grande sucesso da noite para o dia e até de outros empreendedores que finalmente se sentiram felizes e satisfeitos com o trabalho que estavam desempenhando em suas próprias empresas. Flexibilidade, motivação e desafio, para não citar outros, são verdadeiros elementos do empreendedorismo e que fazem toda batalha valer à pena! Mas é preciso lembrar que é pouco provável que você experimente o mesmo nível de sucesso e realização logo nas primeiras semanas ou meses da sua jornada empreendedora e que o “sucesso instantâneo” é, na verdade, resultado de um trabalho exaustivo, de tentativas e também de erros.

Então, a minha dica é para que comece a sua jornada empreendedora morando a expectativas. Leia as 7 verdades que ninguém nunca te contou sobre se tornar um empreendedor:

 

1.Você não vai ganhar dinheiro imediatamente

Nem sempre é preciso de muito dinheiro para iniciar um negócio. Dependendo do nicho, o investimento pode ser mínimo. No entanto, para a maioria das empresas, os primeiros anos de operação geram mais custos do que lucros e, como resultado, é possível que você não receba um salário durante vários meses. Por isso, é preciso se planejar com antecedência e, assim, poder contar com suas economias pessoais para suprir suas despesas básicas de vida.

 

2. Sua vida pessoal será impactada

Muitas vezes você precisará trabalhar por longas horas, em alguns casos em casa e até mesmo ficar de plantão durante a noite ou aos finais de semana para solucionar imprevistos relativos ao seu negócio. Também é possível que enfrente um período de estresse com a nova realidade financeira e poderá se distrair constantemente pensando nos assuntos da empresa. Isso significa que é preciso maturidade para lidar com os impactos desse novo cenário.

 

3. Você não fará somente coisas que ama

Como CEO da empresa você terá que desempenhar diversas funções ao mesmo tempo. Certamente você fará algo que realmente ama, mas em determinados momentos, também será o administrador, o técnico, o supervisor, o gerente de RH e o vendedor. Por mais que esteja animado para desempenhar todas estas funções, com o passar do tempo, isso poderá desgastá-lo e desanimá-lo.

 

4. Você vai ter que lidar com as suas emoções

Você passará por altos e baixos, é normal. Haverá momentos em que se sentirá feliz e motivado e outros em que se sentirá desanimado, frustrado e inseguro. Lembre-se que sua produtividade e sua tomada de decisão não devem ser influenciadas por suas emoções. Afinal de contas, você não deseja colocar o futuro da sua empresa em risco por conta de um período de estresse, certo? Por isso, considere investir no autodesenvolvimento e aprender a lidar de maneira inteligente com essas oscilações emocionais.

 

5. Nada irá acontecer da maneira que você pensa

O planejamento é muito importante para o sucesso do seu negócio. Mas não importa o quanto tenha detalhado os primeiros passos necessários para sua empresa ou o quanto tenha pesquisado o mercado, é impossível prever todas as coisas. Portanto, como empreendedor, você será obrigado a se adaptar e levar em consideração que, para obter sucesso, nem sempre poderá fazer as coisas do seu jeito.

 

6. Você terá que tomar decisões difíceis

Como dono da empresa, você será o principal responsável pela tomada de decisão e, durante todo seu mandato, você terá que tomar decisões difíceis, que muitas vezes envolverão alto nível de estresse. Você terá que mudar a direção da sua empresa. Você terá que se separar de sócios ou parceiros. Você terá que demitir pessoas.  Essas decisões nunca são fáceis, mas têm de ser tomadas e um empreendedor deve aprender a lidar com essa responsabilidade.

 

 7. Você irá falhar

É preciso lidar com o fato de que toda sua empresa pode falir. Mesmo que isso não aconteça, sempre haverá uma ou outra falha, grande ou pequena, que poderá impactar seus planos e comprometer sua visão para o negócio. A falha é inevitável e essencial, faz parte do empreendedorismo. Embora os empresários, mesmo os de primeira viagem, tenham consciência disso, raramente as falhas são aceitas com facilidade. O fracasso é um elemento presente e pode ser ainda mais assustador quando é você quem está no comando do negócio. No entanto, a habilidade de superar o fracasso e dar a volta por cima é o que separa aqueles que alcançaram o sucesso do restante.

 

Talvez estas verdades não pareçam muito animadoras, mas calma, meu jovem padawan, ao contrário do que você pode estar pensando, não estou tentando desencorajá-lo. Pelo contrário, o caminho do empreendedorismo é (e sempre deve ser) emocionante e extremamente recompensador para qualquer pessoa que o escolher. A minha intenção é ajudar você, parte de uma nova geração de empreendedores a se preparar para a realidade (às vezes dura) das empresas e, assim, compreender melhor os obstáculos que enfrentarão. Dessa maneira, estarão melhor preparados para a incrível e surpreendente jornada do empreendedorismo.

 

E o que você acha? Tem algo para acrescentar a essa lista? Compartilhe com a gente!

 


E você, o que pensa sobre o assunto? Gostou do artigo? Compartilhe conosco sua opinião. Não gostou? Acha que podemos melhorar? Então nos ajude a aprimorar nosso trabalho.

Siga o Startup Sorocaba no Facebook e cadastre-se para receber nossa newsletter e para ser informado sobre todas as novidades.

Compartilhe: