Se você chegou até aqui é sinal de que já encontrou o seu product/market fit e que agora está em fase de crescimento e isso é excelente! Sabemos que sua trajetória até aqui pode não ter sido das mais fáceis, mas o que espera-se é que a partir deste ponto você veja todos os seus esforços recompensados, afinal é hora de crescer e estamos aqui para ajudá-lo(a) no que for preciso.

Mãos à obra: é hora de vender!

 

Os canais de distribuição dizem respeito a forma como o seu produto ou serviço chegará até os consumidores, sejam eles físicos ou virtuais (web, mobile, cloud, etc.).

Com o avanço da tecnologia hoje mesmo os produtos físicos são vendidos online para alcançar mais pessoas, sendo um canal instantâneo de atendimento e vendas, facilitando assim a vida tanto de quem vende quanto de quem quer comprar. Até aqui nenhuma novidade, correto? Mas hoje vamos falar sobre como você pode escolher o MELHOR canal de distribuição para o seu produto ou serviço.

Como escolher o MELHOR canal de vendas para a sua startup

 

Startup Sorocaba:

Startup Sorocaba: qual o canal mais curto entre você e seus clientes?

 

A primeira pergunta que você deve responder e considerar é: meu produto é físico ou virtual? Depois disso sua escolha está entre a distribuição direta ou indireta do seu produto, considerando, é claro, o seu mercado-alvo (geralmente B2B ou B2C). É importante ressaltar também que as necessidades de cada grupo de clientes neste sentido é diferente e nem sempre a escolha de múltiplos canais trará o melhor resultado para a sua startup. Assim como tudo em uma startup, você também deve testar alguns canais antes de optar pelo melhor canal de vendas – o que irá impactar diretamente no seu orçamento.

 

Por onde começar?

 

A escolha do canal certamente é um dos fatores críticos do sucesso de uma startup, já que, sem vendas sua startup poderá ter os dias contados. Então, vamos lá!

Você pode começar com os canais mais tradicionais (desde que seu público-alvo esteja inserido nestes), onde é possível propagar rapidamente sua mensagem (algo como “eu existo”). Entre as principais ferramentas estão Google Adwords, Facebook ADs, E-mail Marketing (aqui no StSo nós utilizamos o Mailchimp). Lembre-se de que seus objetivos nesta fase são:

  • a) testar o alcance x custo para atingir seu público-alvo (também conhecido como CAC – Custo de Aquisição de Clientes);
  • b) testar a efetividade do canal, ou seja, de que forma ele contribui para alcançar os objetivos em cada etapa da jornada do consumidor.

Não entendeu? Nós explicamos. Existem alguns canais que geram retorno rápido e contribuem mais para o topo do funil de vendas (geralmente geração de leads qualificados), enquanto outros são mais efetivos quando o assunto é conversão

 

startup-sorocaba-sales-funil

Startup Sorocaba: saiba como escolher o melhor canal de vendas para nutrir o seu funil

Primeiro é preciso fazer com que as pessoas conheçam seu produto/serviço (aqui vale a máxima de que a propaganda é a alma do negócio) mas é preciso segmentá-las para que seu esforço de vendas seja maximizado. Deste público inicial naturalmente 

Independente do canal, é preciso lembrar também que ele é limitado, ou seja, em dado momento você poderá fazer toda a sua cobertura, se a sua capacidade de investimento em divulgação (promoção) permitir, é claro. Em vendas chamamos isso de elasticidade máxima do canal. E se isso ocorrer, o que fazer? Como dizemos, neste caso você terá um “problema bom”. A alternativa para este caso é encontrar um novo canal de aquisição e iniciar novamente os testes.


E você, o que pensa sobre o assunto? Gostou do artigo? Compartilhe conosco sua opinião. Não gostou? Acha que podemos melhorar? Então nos ajude a aprimorar nosso trabalho.

Siga o Startup Sorocaba no Facebook e cadastre-se para receber nossa newsletter e para ser informado sobre todas as novidades.

Compartilhe:

Bacharel em Administração com ênfase em Marketing, especialista em Marketing (MBA em Vendas & Trade Marketing) com larga experiência, atuando no desenvolvimento de marcas, produtos e serviços, gerenciamento de projetos offline e projetos digitais. Presta consultoria na área de marketing, marketing digital e inovação, lecionando como professora convidada em cursos de graduação e MBA. Atuou como BizDev e Curadora de Projetos na Associação Brasileira de Startups (ABStartups) participando diretamente das edições do programa de acesso ao mercado Pitch Corporate (nas verticais Exportação, Educação, in-company), Pitch Gov SP, primeiro programa da América Latina em parceria com o Governo do Estado de São Paulo e da Conferência Anual de Startups e Empreendedorismo (CASE), maior evento da América Latina neste segmento. Atualmente é Sub - Coordenadora do Comitê de Comunidades também na Associação Brasileira de Startups (ABStartups). Sócia da 4 Legacy Ventures, fundadora do Startup Sorocaba e empreendedora digital, já criou inúmeros projetos digitais e contribuiu para o desenvolvimento de outros, tendo sido também parte da equipe de algumas startups. É uma das organizadoras do Google Business Group Sorocaba, atuando diretamente como manager do Google Business Group Women, além de embaixadora de alguns projetos nacionais e internacionais na área de empreendedorismo e tecnologia (como o Technovation Challenge). Já desenvolveu atividades na Campus Party 2015, ministrou palestras e cursos sobre empreendedorismo, empreendedorismo digital e startups. Foi curadora da arena “Tech4Teens” na Virada Empreendedora 2016, mentora convidada do Comitê Acelera da FIESP, Inovativa e de programas voltados para startups onde também já integrou bancas de jurados, avaliando projetos inovadores. É Community Manager da Techstars (uma das maiores aceleradoras do mundo) e Membro do Comitê da Rede Global de Empreendedorismo, atuando como uma das líderes locais em Sorocaba. Autora de dois livros pela Câmara Brasileira do Jovem Escritor, poetisa e aventureira nas horas vagas.